Rogue Vine

Após Leonardo Erazo Lynch, concluir a Universidade, iniciou uma viagem ao redor do mundo. Esta viagem durou 5 anos, viajando para Espanha, França, Nova Zelândia, Califórnia e Austrália, onde apaixonou-se por uma enóloga sul-africana. A paixão chegou ao fim, mas acabou ganhando uma bolsa para fazer um Mestrado em Viticultura e Terroir na Universidade de Stellenbosch, ficando por 03 anos na África do Sul. Complementou seus estudos com tours técnicos na França e na Alemanha, onde com uma pesquisa sobre a influência do solo na vinha e sobre o vinho, definiu suas idéias que tem hoje. Passados 10 anos, iniciou o seu projeto "Rogue Vine" (rogue significa o elefante adolescente que desgarra da manada), na região de Itata com encostas íngremes e vinhas com mais de 100 anos, sem serem irrigadas. São utilizados somente fermentos nativos, não são feitos correções e utilizam apenas barris velhos para amadurecer os vinhos. As colinas graníticas fornecem um ambiente extraordinário para o crescimento das raízes. O enraizamento profundo na busca de água resulta numa videira vigorosa e extremamente equilibrada. Esse projeto busca fazer vinhos com forte senso de origem, vinhos honestos e autênticos. Vinhos que reflitam a singularidade da colina Itata, com níveis de frescura, acidez natural e baixos níveis de álcool. "Nós amamos o vinho", frase de Leonardo Erazo.

 

pais volcanico d

PAIS Volcánico

 

cinsault granitico d

Cinsault Granítico

 

pais granitico d

PAIS Granítico